Morei durante oito anos com um rapaz (primo), nesse período passamos por muitas superações, mas também muitas humilhações e traições. Eu me sentia a mulher mais “feia” do mundo, não entendia porque eu aceitava aquela situação.

Muitas e muitas noites fiquei em claro sem conseguir dormir porque ele havia saído para se encontrar com outra. Tudo isso eu sabia e não tomava uma atitude; eu achava que o amor que eu sentia por ele era suficiente para vencer aquela situação.

Até que em 2008 me mudei para trabalhar em outro estado e nos viamos a cada 45 dias. Foi aí que ele começou a se envolver com uma prima que fomos criadas juntas. Vizinha dos meus pais.

Quando eu descobri, o meu mundo desabou. Sofri muito, mas descobri que antes de amar alguém eu preciso me amar. Não é fácil. Não consegui retomar a minha vida ainda, desde 2009 tento me envolver com outras pessoas, mas não confio em ninguém. Sofro muito com isso. Não consigo admitir que eu ainda sofra com isso.

Já os perdoei, mas eles são frios, vivem na casa dos meus pais, isso me incomoda. O que fazer?

Curta e compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS