No início conhecemos uma pessoa. Essa pessoa é cheia de vida, brilhante, alegre, bem humorada, e quando percebemos já estamos apaixonadas(os). Porém, com o tempo, passa a ficar de mau humor com freqüência, está sempre reclamando e parece que a vida é um peso.Ficamos sempre muito chateadas(os) quando percebemos que nosso(a) parceiro(a) mudou, que não é mais o(a) mesmo(a) do início do relacionamento. Alguma coisa aconteceu para que ele(a) olhasse a vida de outra forma. O importante nesse momento é entender o que está acontecendo, para então definir se esta mudança pode levar ao fim do relacionamento.

Muitos são os fatores que podem afetar uma pessoa, como por exemplo o envelhecimento/amadurecimento, que pode provocar mudanças de pontos de vista e julgamentos, a chegada de um filho, além é claro de fatores como estresse causado por problemas no emprego e desestabilidade financeira. Por fim, e infelizmente, seu(sua) parceiro(a) pode mudar, pois não quer mais o relacionamento, mas não sabe como terminar. Por isso, antes de sofrer e imaginar o pior, é importante identificar a razão da mudança.

Algumas vezes julgamos errado quem realmente está mudando no relacionamento. Por isso, é muito importante saber: você tem certeza que seu(sua) parceiro(a) é quem está mudando? Ou será que você está diferente por diversas razões e acaba vendo ele(a) de outra forma? Saber a resposta para essas perguntas é a chave para entender o que está acontecendo.

Definiu que o problema é realmente com seu(sua) parceiro(a), então está na hora de entender o que está acontecendo, afinal dependendo do motivo você será afetada(o) diretamente. Algumas etapas são importantes nesse momento:
Não comece uma briga: faz tempo que você imagina o que pode estar acontecendo e na hora da conversa a emoção fala mais alto. Com isso você perde toda a razão. Portanto, tenha certeza que está bem emocionalmente para essa conversa. Prepare o que vai falar e o que quer descobrir. Tente lembrar algum fato que tenha marcado essa mudança, exemplos são muito importantes para ajudar seu(sua) parceiro(a) a entender o que está acontecendo.
De tempo para justificativas: deixe ele(a) explicar calmamente o que está acontecendo. Depois de dizer como você está se sentindo devido às mudanças, é o momento dele(a) falar, e ele(a) merece o mesmo tempo para falar o que precisa. Algumas vezes você vai ouvir que a mudança no comportamento dele(a) está relacionada a uma mudança no seu. Não transforme em uma lavagem de roupa suja, tentem juntos chegar aos pontos que incomodam cada um e analisem a possibilidade de pararem com certas atitudes.
Na maioria das vezes as mudanças estão relacionadas à problemas no trabalho ou na família e uma conversa franca vai ajudá-los a equilibrar o relacionamento. Porém, em alguns casos, a mudança de comportamento está relacionada com o fim do amor, com o aparecimento de outra pessoa, e, nesse caso, a conversa não será tão fácil e você precisa estar preparada(o).
O que ajuda é que apesar de não querermos enxergar, normalmente conseguimos ter uma boa idéia do que está acontecendo com nosso(a) parceiro(a). Se você o(a) conhece bem é capaz de saber que tipo de assunto o(a) está preocupando.

Conversem. Respeitem o espaço um do outro. Decidam o melhor futuro do relacionamento pontuando sempre o que é importante e essencial para cada um ser feliz.

Curta e compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS